sábado, 13 de agosto de 2011

As pessoas só pensam nelas

As pessoas estão muito mais interessadas nelas mesmas do que me você. Portanto, seu objetivo ao conversar é falar sobre elas. Po exemplo, fale sobre:

os sentidos delas,
a família delas,
os amigos delas,
o status delas,
as necessidades delas,
as opiniões delas,
os pertences delas


e nunca sobre você e as suas coisas - a menos que lhe perguntem a respeito.
Em outras palavras: as pessoas se interessam, fundamentalmente, apenas por elas mesmas e pelo que "pode haver de interessante para elas".

Para ser bem-sucedido ao se relacionar com os outros, você deve abordá-los tendo essa regra como pedra fundamental das relações humanas. E se não perguntarem sobre você e as suas coisas é porque simplesmente não estão interessados; portanto não traga isso à tona.

Há quem fique decepcionado com esse princípio básico da natureza humana e considere os outros egoístas e egocêntricos, pois estabeleceu-se a crença de que devemos nos dar sem esperar nada em troca.

A maioria daqueles que se doam de forma desinteressada compreende a lei básica segundo a qual "aquilo que damos volta para nós de alguma forma em um outro momento, e com juros".

A verdade é que todo ato que praticamos na vida é motivado pelo interesse pessoal. Até mesmo uma doação para caridade é motivada por interesses pessoais, para nos sentirmos generosos por estarmos doando.


No fim das contas, você é que se beneficia, ainda que a doação seja em anonimato. Madre Teresa dedicou toda a vida ao próximo para sentir-se realizada por deixar Deus feliz. E tudo isso é positivo, e não negativo.

Quem espera que as pessoas ajam com outra motivação que não seus interesses pessoais sempre se desilude e se sente "decepcionado" com os demais. Não há por que se sentir constrangido ou se desculpar por isso - simplesmente a vida é assim.

Fazer as coisas para nós mesmos é um instinto de sobrevivência registrado em nosso cérebro e característico do ser humano desde sempre.

É a base da auto aprovação. Compreender que sempre colocamos nossos interesses em primeiro lugar é uma das chaves para ser bem-sucedido no relacionamento com os outros.

"Pratique fazer os outros se sentirem importantes por meio de reconhecimento e valorização diariamente, durante 30 dias, e isso se tornará um hábito seu para sempre."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário